26 de Maio de 2018

No dia 26 de Maio de 2018 teve lugar na sala de reuniões do Axis Hotel de Viana do Castelo, a Reunião Anual dos Centros de Pacing, como habitualmente uma organização conjunta da APAPE e do IPRC. A reunião foi presidida pelo Prof. Mário Oliveira, presidente da APAPE e pelo Dr. Daniel Bonhorst, presidente do IPRC. O Dr. Victor Sanfins, Vice-presidente da APAPE para a Área de Pacing foi o principal responsável pela coordenação científica e elaboração do programa, tendo o secretariado e a logística sido centralizados pelo IPRC, com o apoio da empresa de eventos Xarm.

A reunião teve 60 inscrições, tendo estado representados a maioria dos centros nacionais de pacing, com o habitual apoio das cinco firmas da Indústria de dispositivos médicos que se dedicam a esta área, os quais se fizeram representar por membros dos seus corpos gerentes e elementos dos respectivos staffs.

O programa científico a exemplo do ano anterior foi monotemático, tendo-se centrado no tema “Inovação em dispositivos electrónicos cardíacos implantáveis”, que foi abordada nas suas diversas vertentes.

Assim, de manhã tiveram lugar duas Mesas Redondas, focando a primeira a “optimização da implantação de dispositivos” para essa terapêutica e a segunda no final da manhã a “selecção de doentes para os novos dispositivos”. Entre as duas mesas foi proferida uma conferência sobre “como melhorar a segurança e eficácia na extracção de dispositivos” baseada nos slides cedidos pela consagrada especialista da Hospital Universitário de Pisa, Dr.ª Maria Grazia Bongiorni, que não pôde estar presente por motivos de saúde, vindo a ser proferida por um dos moderadores da mesa, o Dr. Bruno Valente, do Hospital de Santa Marta em Lisboa.

A parte da tarde iniciou-se com uma nova conferência “Como resolver as complicações da inovação?” proferida pelo Dr. João de Sousa do Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

Seguiu-se uma sessão da responsabilidade de 5 jovens cardiologistas abordando o tema “O que esperar nos próximos 5 anos” que, com base em dados fornecidos pelas 5 casas da indústria apoiantes da reunião, faziam uma previsão da evolução tecnológica dos diversos tipos de dispositivos no futuro próximo. Seguiu-se uma discussão dos temas com a participação de um painel de arritmologistas.

A reunião terminou com a apresentação da experiência na colocação de dispositivos electrónicos cardíacos no Hospital de Santa Luzia em Viana do Castelo (Unidade Local da Saúde do Alto Minho) feita pelo Director do Serviço de Cardiologia, Dr. Carlos Mateus. Este centro de pacing teve assim a oportunidade de divulgar publicamente os seus meios técnicos e recursos humanos, assim como as suas casuísticas desde que iniciou este tipo de actividade.


PROGRAMA DA REUNIÃO